Cooperativa Regional Itaipu - Suinocultores da Cooperitaipu recebem treinamento sobre leitões e matrizes

topo

(49) 3366 6500
Av. Brasília, 3300 - Pinhalzinho/SC

Notícias

Suinocultores da Cooperitaipu recebem treinamento sobre leitões e matrizes

Na quinta-feira (28/04), no auditório do Itaipu Rural Show, a Cooperitaipu através do departamento técnico, promoveu capacitação dos suinocultores integrados produtores de leitões com a Médica Veterinária Djane Dallanora da Atualtech Consultoria e Instrutoria.

Ela é mestre e doutora pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e atua há 16 anos com consultoria para a produção de suínos, com ênfase nas áreas de manejo reprodutivo, biosseguridade, manejo sanitário e padronização de atividades.

No treinamento o tema central foi: “Em busca da qualidade ao desmame, melhorando a sobrevivência e qualidade dos leitões”. Djane falou sobre metas de sobrevivência de leitões, manejo de mães-de-leite, adequações de manejo para suportar o maior número de nascidos totais entre outros pontos relacionados com a sobrevivência e qualidade dos leitões na maternidade.

A médica veterinária fez uma revisão dos principais manejos que estão relacionados com os leitões e as matrizes. Também feita uma reflexão sobre as pessoas que trabalham com suinocultura e suas posturas e ações na fase inicial da criação de suínos.

As granjas de suínos que produzem leitões operam numa fase da produção com serviços bem especializados e nós usamos esse tempo aqui na Cooperitaipu para revisar processos relacionados a saúde geral das matrizes e a produção de leite dessas fêmeas”, explica Djane Dallanora.

Segundo o Gerente Técnico Sadi Link, toda essa movimentação é importante para que os suinocultores possam produzir leitões que ganhem peso corretamente e possam expressar o máximo potencial genético de desenvolvimento. Ele destaca que o objetivo é voltar a figurar entre os melhores produtores de suínos da Aurora Coop.

Outro ponto importante abordado foi a sanidade. Fatores que podem influenciar na imunidade do rebanho, como a vacinação e mamada de colostro. Objetivo geral foi passar informações que ajudem a uniformizar a produção de leitões, principalmente no peso na hora do desmame, para que esse leitão vá para as próximas fases de creche e terminação com saúde robusta e grande potencial de conversão alimentar e GPD (Ganho de Peso Diário).

Os produtores participaram com muitas perguntas interessantes e puderam repensar que existem muitas possibilidades de melhoria nas granjas e nos processos diários de manejo. Fundamental o realinhamento de condutas para ajudar a baixar os custos de produção, hoje o grande vilão da suinocultura.

Nosso site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência melhor.

Política de Privacidade